• CacambaSP Locação

RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL: O QUE FAZER COM ELES?



O Resíduo da Construção e Demolição (RCD), popularmente conhecido como entulho, é definido como “todo resíduo gerado em processo de construção, demolição ou escavação” pela Associação Brasileira para Reciclagem de RCD – ABRECON, mas o entulho é muito mais que isso: é oportunidade!


Visto há algum tempo apenas como mais um problema a ser resolvido em um projeto de construção ou reforma, atualmente ele é sinônimo de desenvolvimento sustentável, preservação ambiental e negócio lucrativo, pois existem opções para o descarte adequado e consciente desse material.


Com o desenvolvimento de tecnologias e processos inovadores para reutilização tornou-se possível reciclar o entulho transformando-o em agregado (nome dado aos restos de obras depois de processados por máquinas de reciclagem). Essa nova matéria-prima poderá ser utilizada para fabricar tijolos, argamassa, materiais cerâmicos, bancos e mesas para praças, tampas para bueiros, contenção de encostas, além de ser usado em obras de pavimentação.


O processo de reciclagem é muito mais barato do que a extração, causa menos poluição e representa, além da preservação ambiental, emprego e renda.


Por que se preocupar com o entulho?


Quando o entulho fica acumulado se torna vetor de doenças como a dengue, febre amarela e é chamariz de insetos e roedores. Então o primeiro porque é respondido por questões de saúde pública.


Podemos citar ainda o fato de a destinação correta contribuir com a limpeza da cidade, poupar os rios, aliviar o impacto em aterros sanitários e amenizar alagamentos e enchentes, já que o entulho não vai obstruir bueiros.


Além disso, existem legislações sobre o tema como a Resolução 307/2002 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) e a Lei 12.305/2010 que trazem normas sobre gestão e a Política Nacional de Resíduos Sólidos, compartilhando a responsabilidade da destinação correta entre geradores, transportadores e gestores públicos.


Como descartar?


Existem algumas opções para o descarte adequado e consciente do entulho. Na cidade de São Paulo o gerador do resíduo tem três opções:


Coleta domiciliar convencional: limitada a 50kg de entulhos por imóvel ao dia, mas os resíduos devem estar fragmentados e acondicionados para serem recolhidos!


Ecopontos: entrega voluntária limitada a 1m³ de entulhos por dia. O pequeno gerador deve separar os resíduos e verificar as normas para o recebimento.


Contratar uma empresa especializa em transporte de entulho: nesses casos é importante se informar sobre o licenciamento junto à Autoridade Municipal de Limpeza Urbana e a correta destinação em áreas de transbordo e triagem ou em aterros.


Agora que você já sabe o que fazer com o entulho mãos a obra!

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo